28.ago.12
Envolvimento, comprometimento, ovos, bacon, etc.
Por Lêo Schallenberg

A clássica história do porco e da galinha.

Mesmo assim, achei importante termos pelo menos um registro disso no blog da agência, enfim, fazermos parte da disseminação. Para quem ainda não conhecia, melhor ainda.

A história, um tanto quanto estranha é claro, serve muito bem para explicar os papéis de cada indivídulo no Scrum. Uma analogia sobre envolvimento e comprometimento.

A premissa básica é de que o porco disponibiliza o próprio bacon dele na empreitada. Quem tem o papel do porco geralmente é quem executa, quem “faz” o trabalho.

A galinha é a que tem algo a ganhar com a performance do porco, e no final, não contribui realmente no dia a dia para “fazer acontecer”. Os “ovos” dela são apenas recursos, e muitos são “chocados”, “fecundados”.

Got it?

Atualmente penso que a equipe tem o papel do porco, enquanto o Product Owner, embora tenha suas responsabilidades no planejamento, tem o papel da galinha, pois, uma vez que todos adotam o comprometimento com o resultado, é da equipe a responsabilidade para entregar. O P.O. atende apenas como observador, na maioria das vezes, um envolvido. O time junto ao Scrum Master são os verdadeiros comprometidos (com o próprio presunto).

Há quem discorde e quem não goste dessa analogia, e com bons argumentos, colocando o P.O. também no papel do porco, sendo o único com a habilidade de prover os recursos que irão nortear a equipe no desenvolvimento, o principal responsável pela tomada de decisões que podem afetar o resultado do projeto, etc. Ou seja, um alto nível de comprometimento.

Discórdia à parte, acho a história interessante para mostrar as dificuldades que envolvem as conversas entre Equipe, Product Owners e Scrum Masters.

Enfim, fica a pergunta. Quem está envolvido e quem está comprometido?

Fonte do cartoon: The Classic Story of the Pig and Chicken

Sobre Lêo Schallenberg
Lêo Schallenberg

O Alemão mais gente boa da parada! Músico, professor de inglês e atleta de fim de semana. Sempre disposto a colocar a mão na massa, bom ouvinte e não tem medo de arregaçar as mangas para resolver o que precisa ser resolvido.

Comentários